O que é Transit Time e qual sua importância na logística?

Você sabe o que é Transit Time? Esse é um dos conceitos mais importantes da logística e um transit time pode representar um fator competitivo para a sua empresa no mercado.

Mas calma, caso você nunca tenha ouvido falar de Transit Time, não se preocupe. Preparamos este post para te explicar tudo sobre esse conceito que faz tanta diferença no mundo logístico. Continue lendo para saber mais.

O que é Transit Time?

O Transit Time é o intervalo necessário para um produto ser entregue, é o tempo necessário de trânsito entre a retirada até o destino final.

Esse tempo é uma das métricas mais importantes na área logística, pois segundo uma pesquisa feita pela universidade de Station no Texas, o Transit Time é o fator mais importante e de maior influência na hora de contratar uma transportadora. 

Quando o Transit Time é confiável e é menor do que o apresentado por outras empresas, a tendência é que os clientes se tornem fiéis e busquem realizar entregas ainda maiores.

Muitas pessoas que já atuam no mercado logístico acabam confundindo o Transit Time com o Lead Time. O Transit Time foca no tempo de transporte, enquanto o Lead Time foca em avaliar o tempo desde o início de um processo até sua conclusão.

Como reduzir o Transit Time?

Vimos que ter um baixo Transit Time é muito importante para as empresas, mas reduzir o Transit Time de maneira impensada pode gerar mais problemas do que benefícios. Confira algumas dicas para reduzir o Transit Time sem comprometer a qualidade da entrega:

  • Roteirização: com a roteirização a carga irá sempre pelo melhor caminho. Um trajeto roteirizado apresenta mais segurança e menos tempo de transporte para as mercadorias.
  • Picking eficiente: a separação incorreta dos pedidos pode representar atrasos em toda a cadeia logística e pode, inclusive, ter impactos negativos no Transit Time. Pois caso o produto não corresponda ao solicitado pelo cliente, todo o processo de transporte terá que ser refeito. Portanto, o picking deve ser ágil e cuidadoso.
  • Planejamento: um processo logístico mal planejado tende ao fracasso. Através do planejamento há uma observação do que pode e do que precisa ser mudado para que os objetivos sejam cumpridos. Defina quando e como essas mudanças devem ocorrer.
  • Treinamentos e capacitações: a melhoria do Transit Time depende de todos. Os colaboradores devem estar comprometidos, entendendo a importância que um bom tempo de entrega representa. Capacitações e treinamentos são uma ótima forma de estimulá-los a pensar em soluções mais ágeis e que aprimorem a qualidade do serviço.

Viu só como o Transit Time é importante para todo o processo logístico? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com um de nossos especialistas!