Logística Inbound e Outbound: conheça as principais diferenças

A administração logística pode ser dividida em duas etapas: inbound e outbound. E é a respeito das características, diferenças e relação entre esses dois estágios que iremos falar hoje neste post.

Contudo, antes de falarmos especificamente sobre logística inbound e outbound, é preciso relembrarmos como surgiu a logística. Esse processo tem origem a partir da necessidade dos soldados administrarem as reservas e distribuição de armas, alimentos e medicamentos durante as guerras.

Mais tarde, o mundo empresarial incorporou o conceito de logística, a fim de otimizar o fluxo de insumos e produtos acabados. Com o passar do tempo, as empresas e profissionais do setor aperfeiçoaram os processos que compõem a administração logística.

A partir desse momento, o mercado percebeu que a atividade logística poderia ser ainda mais eficiente se os gestores integrassem a logística inbound e a outbound, o que mais tarde ficou conhecido como gerenciamento de cadeia de suprimentos ou supply chain.

O que é logística inbound?

A palavra inbound é proveniente da língua inglesa e significa o mesmo que “de entrada”, ou seja, a logística inbound corresponde à logística de entrada. Mas o que isso quer dizer? 

Se o conceito de logística está relacionado ao planejamento e gerenciamento do fluxo de determinados itens, a logística inbound é responsável especificamente por aqueles que entram na empresa para que ela possa gerar valor, isto é, insumos que servem para produzir mercadorias. 

Nesse sentido, a logística inbound engloba os seguintes processos:

  • seleção de fornecedores de matérias-primas;
  • gerenciamento de transporte do fornecedor até a empresa;
  • recepção e inspeção dos insumos;
  • acondicionamento desses materiais nos estoques;
  • controle de qualidade e prazo dos itens armazenados;
  • monitoramento de temperatura, iluminação e higiene do estoque;
  • registro de destinação dos insumos para o setor de produção.

O que é logística outbound?

Outbound também é uma palavra proveniente do idioma inglês. Essa expressão significa o mesmo que “de saída”, logo, logística outbound corresponde à logística de saída. Esse processo tem seu início logo após a etapa de produção, que é precedida pela logística inbound. 

Desse modo, essa etapa é responsável exclusivamente por planejar e gerenciar todos os processos que ocorrem a partir do momento em que o produto é destinado para o estoque de produto acabado, sendo eles:

  • gestão do estoque de produto acabado;
  • gestão dos modais de transporte de cargas;
  • planejamento de rotas;
  • monitoramento de cargas;
  • envio dos produtos até os centros de distribuição, varejistas ou clientes finais;
  • gestão de logística reversa (retorno de embalagens ou produtos danificados para troca).

Quais são as diferenças entre a logística inbound e outbound?

Como você pôde perceber, ambos os processos cuidam do planejamento de gerenciamento do fluxo de itens dentro da cadeia de suprimentos, contudo, a logística inbound é responsável especificamente pela organização e gestão dos processos que se encontram entre a seleção de fornecedores de insumos até o registro de sua destinação ao setor de produção. Já a logística outbound cuida dos processos que se encontram entre o estoque de produto acabado e sua destinação ao cliente final.

Relação entre logística inbound e outbound

Como mencionado anteriormente, com o passar do tempo, as empresas aperfeiçoaram a administração logística e perceberam que, para obter maior eficiência nos processos de inbound e outbound, era necessário integrá-los. 

A partir disso, surgiu a ideia de gestão da cadeia de suprimentos ou supply chain management. Assim, era possível ajustar a demanda por insumos e organização dos estoques conforme a demanda dos clientes pelos produtos acabados.

A importância da gestão logística para o transporte de cargas emergenciais

As cargas caracterizadas como emergenciais são aquelas que demandam um curto espaço de tempo para serem entregues. 

Isso ocorre quando algum imprevisto acontece durante a fabricação, manutenção, atraso na produção de fornecedores, transporte rodoviário, sendo necessário contar com um modal que otimize o processo, ou, até mesmo, quando se necessita enviar algum tipo de carga termossensível.

Para tornar eficiente o transporte de cargas emergenciais, os processos de logística inbound e outbound devem ser geridos com excelência, e a melhor maneira de fazer isso é contando com uma empresa especializada no assunto.

A Restitui possui infraestrutura completa e ampla expertise quando o assunto é gestão logística.