Afinal, qual a importância das embalagens na logística?

Quando falamos sobre a importância das embalagens na logística, muitos associam, de forma imediata, à questão da segurança. De fato, elas protegem os produtos de sofrer danos durante os processos logísticos, mas os benefícios vão muito além deste ponto em específico.

A verdade é que as embalagens são relevantes em vários momentos para uma empresa, como por exemplo na atração de clientes, no armazenamento, na troca de informações etc. Em outras palavras, o uso inteligente desses itens pode transformar o seu negócio.

Ficou curioso para saber mais sobre a importância das embalagens na logística? Então, continue com a gente e confira os pontos mais interessantes.

Boa leitura!

Qual a importância das embalagens na logística?

Muitos associam a presença das embalagens no processo logístico apenas à questão da proteção, mas a verdade é que esses itens apresentam relevância em diversas outras funções.

Desde a acomodação certa para os produtos até a troca de informações com o público consumidor, a participação das embalagens é muito abrangente. Além disso, elas também são utilizadas como meio de atração e fidelização dos clientes.

Conheça alguns processos em que as embalagens são importantes.

Armazenamento das mercadorias

Graças às embalagens, os produtos podem ser armazenados com maior segurança e rapidez. Além de diminuírem as chances de danificação do produto durante o translado e empilhamento, por exemplo, elas também servem como referência na hora da organização das mercadorias.

Transporte

Durante o transporte, as embalagens podem impactar inclusive no valor do frete, pois podem ser consideradas na hora da cubagem. Elas também ajudam na medição de espaço, possibilitando que toda área disponível dentro do veículo seja aproveitada.

Além disso, as embalagens são as grandes responsáveis por proteger as mercadorias contra os atritos provocados pela movimentação do veículo durante a entrega.

Redução de custos

A eficácia nos dois processos anteriores mostra o quanto as embalagens podem ser benéficas financeiramente para o seu negócio. 

Se o número de danos às mercadorias diminui tanto na armazenagem quanto no transporte e os espaços nos veículos são mais bem aproveitados, você consegue reduzir os gastos com novas compras ou trocas de produtos, e consegue ainda ser mais produtivo na hora da coleta e distribuição.

Em longo prazo, o saldo tende a ser altamente positivo para o caixa da sua empresa, mas não para por aí: você ganha ainda em eficácia!

Satisfação do cliente

Como explicado, a importância das embalagens na logística também reflete no relacionamento com o cliente. Por servirem como informativos e meios de atração, elas são capazes de melhorar a experiência do usuário com a sua empresa.

Enquanto cliente, uma pessoa tende a ficar mais atraída por produtos com embalagens diferentes e chamativas, deixando esse fator pesar na sua decisão de escolha. Além disso, é muito melhor adquirir uma mercadoria que passe todas as informações importantes na embalagem do que consumir algo com poucas instruções.

Quais são os tipos de embalagens?

A importância das embalagens na logística é mais perceptível quando você utiliza esses itens da maneira correta, ou seja, conhecendo e aplicando o modelo ideal em cada processo. Em geral, existem três tipos de embalagens: Primária, Secundária e Terciária. Conheça cada uma em detalhes.

Embalagem Primária

A embalagem primária é aquela visível para todos os consumidores. É o modelo utilizado pelo marketing da empresa para diferenciação dos produtos no contexto visual e informativo. As embalagens unitárias de bombons, leite e café são alguns exemplos.

Embalagem Secundária

A embalagem secundária, também chamada de “caixa inner”, é mais particular e nem sempre chega até o público-final, por isso é conhecida também como embalagem industrial. Ela tem o objetivo de juntar produtos do mesmo tipo a fim de facilitar a movimentação manual. São exemplos as caixas de bombons e de pasta de dente.

Embalagem Terciária

A embalagem terciária, comumente chamada de “caixa master”, é aquela que agrupa um número maior de produtos — geralmente já em embalagens secundárias — para melhorar a movimentação durante o transporte. São utilizadas exclusivamente para esse fim, como caixas de papelão e sacolas de supermercados.

Quais materiais são utilizados nas embalagens?

Assim como existem diferentes modelos de embalagens, existem também diversos materiais utilizados para proteger os produtos. Em alguns casos, a escolha do material faz toda a diferença para garantir a integridade da mercadoria. Confira alguns dos mais utilizados.

Plástico

O plástico é um dos materiais mais econômicos e resistentes existentes no mercado, por isso é adotado por muitas indústrias e empresas logísticas. Porém, em razão das questões ambientais, há um direcionamento para que o material seja cada vez menos utilizado pelo mercado em geral.

Papelão

Assim como o plástico, o papelão é um dos itens constantemente utilizados para embalagens de produtos. Ele é muito importante tanto para a proteção quanto para a estabilidade dos produtos durante as viagens de transporte, por exemplo.

No entanto, diferente do primeiro material, o papelão é um item sustentável, uma opção que causa menos impacto à natureza em longo prazo.

Madeira

Dificilmente uma empresa trabalha sem utilizar materiais de madeira como pallets, por exemplo, para proteger os produtos durante os processos logísticos. É o material de maior resistência entre todos citados, capaz de absorver e suportar choques durante a movimentação e transporte de mercadorias.

A madeira também é interessante na hora da arrumação e empilhamento, permitindo que os produtos sejam organizados com maior facilidade.

Percebeu que a importância das embalagens na logística pode ser tão ampla quanto suas possibilidades de uso? Quando você conhece os modelos utilizados e os tipos de materiais, consegue aproveitar ao máximo os benefícios das embalagens, possibilitando que a sua empresa se torne competitiva também nessa área.